22 de janeiro de 2010

Em 2010, mude.

Mude as coisas, os hábitos, os amores. mude. Mas comece devagar, porque direção é mais importante que a velocidade. Sente-se em outra cadeira, mude de mesa, procure andar pelo outro lado da rua, depois mude de caminho, ande por outras ruas, tire uma tarde inteira para dar uma volta no Ibirapuera, abra e feche as gavetas com a mão esquerda, fuja da televisão - isso não é mais novidade, durma mais tarde, aprenda uma palavra nova por dia, corrija a postura, experimente novos temperos, novas caipirinhas (como a de tangerina), busque novos amigos, tente novos amores, não ligue para a idade, apaixone-se por uma garota de 18, tome seu café e coma seu pão com manteiga em outra padaria, prefira outro creme dental, quebre seu despertador, vá a outros cinemas, visite meu blog, pense seriamente em mudar de emprego, leia mais, informe-se mais, seja criativo, tente gostar de sons novos, mude de penteado, veja tudo com outro olhar, ande de galocha - de repente chove, coma um sanduiche de pernil e um pastel de bacalhau no mercadão. Porém o mais importante de tudo é a mudança. A salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena. Mude e seja feliz.

0 comentários:

Postar um comentário