27 de abril de 2010

Conselho de amigo

Certo dia li, não sei onde, uma recomendação médica de escovar os dentes três vezes por dia e fazer sexo duas vezes por semana. Mas e por que não o contrário?
Estou sendo xingado, só porque eu disse que o Serra vai perder para a Dilma nas eleições. Acham que eu sou louco. Pode ser. Não entendo de política, eu entendo é de mulher. Deixa essa turma me xingar, eu não vou ter um infarto por causa disso. Eu fico com a Juliana Paes e eles ficam com a Dilma Rousseaf. Essa coisa de infarto me lembra algumas sugestões para quem quer ter um infarto feliz. Eis que são:

Cuide do seu trabalho antes de tudo, as necessidades pessoais e familiares são secundárias.
Trabalhe ao sábado o dia inteiro e, se puder, também aos domingos! Churrasco? Nem pensar!
Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa!
Trabalhe até tarde.
Procure fazer parte de todas comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para seminar os encontros, reuniões, simpósios.
Não se dê ao luxo um café da manhã ou uma refeição tranquila... Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.
Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola, jogando tenis, afinal isso é besteira. Tempo é dinheiro!
Ah, nunca tire férias. Você não precisa disso.Lembre-se que você é de ferro e ferro enferruja.
Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se não há nada de errado.
Delegar é pura bobagem, é tudo com você mesmo, afinal você é insubstituível.
Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego está faltando, surge aquela dor de estômago, a cabeça não está bem... Simples! Tome logo estimulantes (Lexotan, energéticos) - eles vão te deixar "tinindo"!
Se tiver dificuldade em dormir, não perca mais tempo: tome calmantes e sedativos para todos tipos - agem rápido e são baratos.
E por último e mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música, sair com a namorada, refletir sobre a vida... Não! Isso é para crédulos e idiotas. Repita sempre para si: "eu não perco tempo com bobagens" e desfrute o pouco tempo que ainda lhe resta.

16 de abril de 2010

E se...

Você conhece o receio de previsões ruins? O famoso " E se..."

E se o oceano incendiar?
E se cair neve no sertão?
E se tiver bife no jantar?
E se o celular funcionar?
E se o Pão de Açúcar desmanchar?
E se o Serra puder mais?
E se o morro desabar?
E se à meia noite o sol raiar?
E se o radar multar?
E se o Obama der uma de machão?
E se o Arruda não quiser?
E se ela sair na Playboy?
E se eu convidá-la pra sair?
E se ela ficar?
E se eu entregar a ela meu coração?
E se ela gostar de mim?
E se a Jimenez estudar?
E se o dólar subir?
E se a inflação aumentar?
E se o governo punir?
E se o Meirelles desistir?
E se a polícia prender?
E se o padre confessar?
E se o deputado escapar?
E se o Lula disser que não sabia?
E se tudo der em pizza?
E se a bispa canonizar?
E se o panetone voltar?
E se o aposentado morrer?
E se a Marta ganhar?
E se o MST invadir?
E se o Aécio repensar?
E se Dunga bater o pé?
E se eu disser que o mundo acaba em 2012?
Bom, aí vamos começar tudo de novo. A gente devolve o Brasil para os índios e funda outro Brasil.